• Uncategorized

    Vagas de emprego em uma das maiores empresas do Brasil

    O Jovem Aprendiz 2021 Coca Cola está com as inscrições abertas para você, que procura pelo primeiro emprego e grande experiência profissional. O Jovem Aprendiz Coca Cola já beneficiou milhares de jovens, e você não pode perder essa chance. Conheça tudo sobre o Jovem Aprendiz 2021 Coca Cola, inscrições e muito mais acompanhando as informações a seguir.

    Em 2021 a Coca-Cola estará com inscrições abertas para seu programa Jovem Aprendiz, garantindo oportunidades para jovens de todo o país. O Jovem Aprendiz Coca-Cola é um dos programas de Aprendizagem mais esperados e os jovens já podem se inscrever, porém, antes é bom ficar a par de todas as informações, benefícios e requisitos do programa, para não ter nenhum tipo de dúvida depois de inscrito.

    Conseguir o primeiro emprego já é importante para os jovens, mas sendo um primeiro emprego na Coca-Cola aí fica melhor ainda, pois o jovem sabe que contará com uma infraestrutura moderna, que lhe permitirá garantir uma melhor qualificação profissional.

    Jovem Aprendiz Coca Cola

    Uma das maiores empresas do país e do mundo oferece aos jovens brasileiros a chance de entrarem para o mercado de trabalho, garantindo experiência teórica e prática, de forma que ao terminarem o programa, estarão prontos para encarar o mercado e conquistarem um novo emprego. Mas para se inscrever no Jovem Aprendiz Coca-Cola 2021 é preciso a atender alguns requisitos, entre eles:

    • Já ter concluído o ensino fundamental;
    • Já ter completado os 18 anos;
    • Candidatos masculinos devem ter o Certificado de Reservista.

    Os jovens aprendizes selecionados irão contar com vários benefícios, confira os principais: Remuneração mensal, plano de saúde e odontológico, seguro de vida, vale alimentação, vale refeição, produtos da empresa com desconto, uniforme, os filhos ganham kit escolar, cesta de natal, além dos eventos que são realizados para as famílias, entre outros.

    O Programa Jovem Aprendiz 2021 do governo federal tem como objetivo incluir os jovens no mercado de trabalho, estimulando as empresas a oferecerem um programa de aprendizagem remunerado com baixa carga horária para jovens de 15 a 24 anos em todos Brasil.

    O objetivo da Coca-Cola é que os jovens aprendizes se sintam motivados, não só para aprenderem, mas também para contribuírem com a empresa, para isto eles são convidados a desenvolverem todo seu potencial.

    Se você está no perfil exigido pela empresa e tem o desejo de trabalhar em uma grande empresa neste ano de 2021, não pode deixar de se inscrever, e quem sabe estar entre os selecionados, e no próximo ano garantir esta importante chance para sua carreira profissional.

    Muitos foram os jovens que já passaram pelo Jovem Aprendiz Coca-Cola e hoje estão muito bem posicionados no mercado. E a Coca-Cola continua investindo em seu programa, para que os jovens encontrem cada vez mais chances reais de aprenderem, desenvolverem e crescerem como profissionais e também como cidadãos.

    As vagas não são abertas para todo o Brasil, mas sim, para determinadas regiões de acordo com as necessidades da empresa, mas todos os jovens selecionados são comunicados pela empresa, por isto é importe cadastrar seu currículo no site da empresa e preencher corretamente todas as informações, através do endereço: www.cocacolabrasil.com.br/trabalhe-conosco

  • Uncategorized

    Divulgação das notas máximas e mínimas do SISU

    Nota de Corte do SISU

    Como já foi dito anteriormente, algumas instituições participantes estipulam uma nota mínima para determinados cursos, e os estudantes deverão estar atentos a isto, sendo que o próprio sistema informa no momento da opção feita (o estudante tem direito a fazer duas opções de cursos para concorrer).

    Um dos pontos mais importantes neste tocante, a nota de corte do SISU desperta interesse por parte dos estudantes participantes do programa, especialmente por ser por meio dela que muitas vagas são decididas.

    Pois bem, como ela funciona? Ao longo do período de inscrição SISU, uma vez por dia, o sistema irá fazer um cálculo da nota de corte, que representará a menor nota para continuar entre os estudantes potencialmente aprovados.

    Esta nota de corte será calculada para cada curso sempre com base no número de vagas disponibilizadas e também no total de estudantes candidatos que se inscreveram no curso em questão, sempre por modalidade de concorrência. Ela só será informada aos estudantes pelo sistema do site do programa a partir do segundo dia das inscrições.

    Resultado SISU 2020

    A melhor forma de se consultar o resultado SISU será através do próprio site do programa, no qual o inscrito poderá fazê-lo clicando no boletim do candidato, que mostrará informações atualizadas sobre a classificação parcial e sobre o resultado final (quando findar o prazo das inscrições).

    Outra forma de se conseguir realizar esta consulta é por meio das próprias instituições participantes ou através do telefone da Central de Atendimento do MEC, que é o 0800-616161.

    Lista de Espera SISU

    Há ainda uma segunda chance para quem deseja ingressar numa universidade pública: a lista de espera SISU 2020, que como o próprio nome já diz, é uma opção de entrar numa espécie de lista na qual os estudantes podem obter vagas consideradas ociosas.

    Como alguns estudantes da chamada regular podem desistir do curso selecionado, ou simplesmente podem não entregar os documentos necessários, entre outras coisas, perdendo a vaga, um número considerável de vagas ociosas é disponibilizado para a lista de espera.

    A participação estará restrita à primeira opção de curso e de instituição que foi feita pelo estudante no momento da inscrição e será importante que ele consulte o sistema, pois a entrada em lista de espera não é automática.

    Ficou com alguma dúvida sobre o que é o SISU 2020? Deixe o seu comentário logo abaixo e aguarde a nossa resposta. Boa Sorte!

  • Uncategorized

    Benefício destinado aos cidadãos desempregados sofre mudanças de acordo com o Salário Mínimo

    O Valor do Seguro Desemprego sofre mudanças quase sempre quando o salário mínimo é alterado. Em 2011, por exemplo, a tabela do seguro desemprego funcionou assim:

    • Aqueles trabalhadores que tiveram seu salário até R$ 891,40, multiplica-se por 0.8(80%);
    • para aquelas pessoas que tiveram salário médio superior a R$ 891,40, mas inferior a R$ 1.485,83 multiplica-se por 0.5 (50%);
    • e para as pessoas que tiveram seu salário médio superior a R$1.485,83 o valor da parcela foi igual a R$ 1.010,34.

    Para quem não sabe ou não se lembra o que é o salário médio, segue abaixo algumas dicas:

    Salário médio vem a ser a soma dos três últimos salários anteriores à demissão, mas se em algum caso específico no qual o trabalhador tenha recebido somente os dois últimos salários mensais, a média será feita em cima deste valor. Agora se o trabalhador tiver recebido somente um salário, haverá uma apuração deste caso pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Outro caso é se caso você não tenha trabalhado integralmente em alguns desses últimos meses, o salário médio será calculado somando o mês inteiro de trabalho.

    Nos casos daqueles trabalhadores que ganham por hora, por quinzena e até por semana, calcula-se o Seguro Desemprego 2020 e o seu salário médio assim:

    • Os que ganham por hora precisam dividir o salário hora e depois multiplicá-lo por 220;
    • Para os trabalhadores que ganham por dia, o salário deve ser divido por dia e multiplicado por 30.
    • E para os que ganham por quinzena divide-se o salário pela quinzena e multiplica-se por 2.

    *No caso desses trabalhadores, a Tabela Seguro Desemprego também funciona da mesma maneira, com os mesmos números. Fazendo análises a partir da Tabela Seguro Desemprego, podemos levantar os dados de quanto foi o aumento do salário mínimo com o decorrer dos anos e valor real do dinheiro. Em 2004, por exemplo, o valor máximo que um trabalhador poderia receber era de R$ 449,04. Já hoje o valor máximo é de R$ 1.010,34.

    Segundo os especialistas, trabalhadores de diversas modalidades, tais como: trabalhadores domésticos, trabalhadores resgatados de condições semelhantes à escravidão e pescador artesanal, pois mesmo que eles tenham direito a este benefício, nos últimos anos eles receberam pouco, alcançando o valor de no máximo R$545,00.